Hacienda Huayoccari: História e tradição

Author: 
Karla Vasquez

Por algum motivo, só tive agora a oportunidade de ir à Hacienda Huayoccari no Valle Sagrado (apesar de trabalhar em turismo há vários anos). Ouvi, muitas vezes, falar de como é linda, das coleções únicas, do encanto misterioso que tem. Ao chegar ao caminho, rodeado de campos cultivados, de bosques de eucalipto e das frondosas árvores de Pisonay (Erythrina edulis) que leva à casa, a realidade superou notavelmente as minhas expectativas.

Trata-se de uma fazenda com origem no século XVII, pertencente à família Lámbarri Orihuela, que possui uma coleção admirável de peças de arte peruana distribuída por salas de acordo com a época: pré-incaica, incaica, do vice-reinado e republicana. Visitamos as salas pouco antes do almoço, saboreando um delicioso Pisco Sour. Desta vez, tivemos a sorte de um dos donos da casa e membro da família Lámbarri nos acompanhar na visita.
O ambiente cálido e acolhedor, unido à música barroca e clássica que acompanhou a nossa refeição, como mágica, deu uma sensação de paz. A casa está rodeada de áreas verdes, pomares maravilhosos, jardins com flores e árvores lindas que são apenas uma amostra do bom gosto dos proprietários.

Menção especial merece a comida, de particular sabor caseiro, mas sem deixar de lado a apresentação sofisticada, feita com ingredientes orgânicos tão valorizados hoje em dia, muitos deles produzidos na própria fazenda.

Huayoccari oferece também um espetáculo maravilhoso com o cavalo peruano de passo e a possibilidade de cavalgadas pelo caminho Huayoccari, que sai da casa nova e vai até a casa antiga da fazenda, e pelo caminho de Maras e Moray.

A soma de tudo que mencionei não me deixa dúvida, visitar a Hacienda Huayoccari é uma experiência especial para os sentidos e complemento perfeito para o passeio pelo Valle Sagrado. 

Nuestros Bloggers

Gerente Europa & Australia / Nueva Zelanda
Ejecutivo(a) de Cuentas
Ejecutivo(a) de Cuentas